Você já descobriu a sua razão de viver? Como o Ikigai pode lhe ajudar

Final de ano, é comum que as pessoas comecem a pensar sobre onde investiram o seu tempo e se de fato fizeram as melhores escolhas em relação a isso. Afinal, o tempo não volta. Por isso viver uma vida com uma ‘razão de ser’ é tão importante. Inclusive saber a razão é o que nos dá ainda mais tempo de vida. Isso foi comprovado ao estudarem sobre a longevidade do povo de Okinawa no Japão, [SAIBA MAIS]

Liderança com propósito – O papel de transformação

Sempre começo os treinamentos sobre liderança transformadora questionado aos líderes: Porque você faz o que você faz? Isso se torna cada vez mais pertinente nas organizações. É claro que temos missões pessoais e isso é tão nobre quando querer desenvolver pessoas. Já que muitos buscaram a liderança como forma de se sentirem mais amados, queridos e respeitados. Necessidades básicas de todo ser humano e que para alguns pode ser atendida exercendo a liderança. Agora empresas [SAIBA MAIS]

Gente é story, não é feed!

Como você percebe o mundo e as pessoas com as quais convive ou conviveu? Sabia que isso pode impactar a sua habilidade de se relacionar com outras pessoas? Eu uso o termo “fotografia” quando me perguntam sobre uma pessoa. Como fulano é? “então, a foto que eu tenho…” Sabe porquê? Porque o que você tem de uma pessoa é uma foto, um registro de um momento que você viveu ou talvez uma situação que você [SAIBA MAIS]

Seus colaboradores estão apaixonados?

Cada vez mais as empresas estão buscando entender a lógica por trás das empresas que possuem cultura de inovação e resultados acima da média. Sabe o que elas possuem em comum? Colaboradores apaixonados! – Sim. Sempre que me pedem para desenvolver a criatividade de uma equipe questiono se eles estão apaixonados. Não existe criatividade e inovação espontânea, sem que exista engajamento. Você já deve ter conversado com algum empreendedor que diz que não dorme com [SAIBA MAIS]

Inteligência emocional – O que é e porque isso vai decidir o seu futuro profissional

Você já deve ter ouvido a frase “contrata-se pela competência técnica e demite-se pela comportamental”. Essa ainda é uma verdade em grande parte das organizações. O que mudou é que começaram a entender que como qualquer outra competência, as competências socioemocionais também podem ser desenvolvidas. E se você quiser se manter no mercado de trabalho, é importante que seja rápido! Quando falamos de inteligência emocional, consideramos na maioria das vezes 05 habilidades principais: autoconhecimento, autorregulação, [SAIBA MAIS]