T-SHAPED – CONHEÇA O PROFISSIONAL MAIS DESEJADO DO MOMENTO

Você já deve ter ouvido falar no modelo de carreira em Y, W… Tivemos momentos onde a valorização era dos especialistas, depois generalistas e agora temos o que chamam de perfil profissional T, ou T-Shaped.

Mas você sabe como desenvolver esse perfil profissional?

A letra “T” tem como objetivo exemplificar o conjunto de competências onde no eixo vertical estão as competências em que é especialista, onde construirá o que chamam de referência profissional.

No eixo horizontal estão as competências mais generalistas, um mix de competências tendo uma base de conhecimento intermediários de uma segunda área e conhecimentos abrangentes de outra terceira área, permitindo uma visão holística da sua área de atuação e do negócio como um todo.

Portanto, um profissional T-Shaped tem uma multidisciplinaridade particular com uma visão mais estratégica do negócio que lhe permite entender o impacto que sua área pode gerar nas demais áreas ou na empresa.

Algumas vantagens do perfil profissional T-Shaped:

  • Capacidade criativa, pois, pensa além da sua atividade;
  • Facilidade de comunicação pois consegue entender diferentes perspectivas;
  • Visão sistêmica já que tem olhar ampliado;
  • Adaptáveis às novas demandas pois possuem várias habilidades.

Apesar do destaque que é dado as habilidades técnicas (hard skills) as habilidades comportamentais (soft skills), são de suma importância, em destaque:

  • Bom relacionamento interpessoal
  • Boa capacidade de comunicação
  • Capacidade de colaboração
  • Inteligência emocional
  • Flexibilidade

Esse conjunto de competências (hard + soft skills) unem-se para que este profissional consiga transitar com facilidade se tornando referência para os demais.

Quer se tornar um profissional T? Veja algumas dicas:

1.     Faça uma auto avaliação e entenda seus pontos fortes e pontos fracos – Com base nisso construa seu plano de desenvolvimento técnico e comportamental.

2.     Defina uma área de especialização – Não escolha apenas com base nas profissões de destaque, pois esse profissional precisa ser apaixonado pelo aprendizado contínuo.

3.     Esteja disposto a aprender sempre o “lifelong learning” – Novas tecnologias? Novos aprendizados. Novas teorias? Novos aprendizados…aprender sempre!

4.     Experiência conta sim! – Não adianta contas histórias da guerra, é preciso mostrar as cicatrizes. Diferente do especialista, o profissional T-Shaped , tem rodagem e vivência, pois é isso que traz o olhar de negócios. Apenas fazer cursos ou ler livros não é suficiente para se tornar desejado nesse mercado.

Crie estratégias, se for o caso aceite um passo atrás momentâneo para criar novas habilidades e conquistar um espaço entre os profissionais mais desejados do mercado.

Texto originalmente retirado da Coluna Gente & Gestão do Site do Folha Vitória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *